24 de agosto de 2015

Escova Rotativa Ceramic Íon Mondial

Finalmente entrei na fase de "transição" dos meus cabelos e parei com a escova progressiva há pelo menos três meses.

Ainda me preparando emocionalmente para cortar curto estilo "joãozinho", tenho cada vez mais cortado o comprimento - pra ir me acostumando - até criar coragem para finalmente chegar lá!

E, no último corte, há umas duas semanas, repiquei de vez, deixando apenas uns dez centímetros de cabelo - sendo pelo menos três deles com os fios ao natural: crespos.

E como faz para manter o penteado de um corte assim com duas texturas de cabelo?

Com escova, lógico! Porque, pra mim, tem sido muito mais ~fácil~ alisar tudo do que enrolar com baby liss a parte lisa.

Mais fácil com ressalvas, diga-se de passagem...

Quantos sentimentos contraditórios logo na primeira semana de corte novo! A vontade de cortar curtinho de uma vez versus a quase que total falta de coragem de fazê-lo. Arrependimento, raiva e PREGUIÇA!

Preguiça demais! Acordar as cinco da manhã e me armar de secador e escova pra um resultado não tão satisfatório (devido à pressa) estava terrível.

Até que, aceitando a sugestão de uma colega de trabalho, resolvi comprar a minha Escova Rotativa Mondial.


Ela me convenceu facilmente ao falar que seus cabelos estavam modelados com a escova rotativa no momento. Um cabelo curtinho, repicado e visivelmente bem arrumado por uma pessoa assumidamente prática e nada dada à frescuras capilares. Tipo de gente: "se eu consigo, você consegue"!

O modelo dela é da Polishop (a.k.a. Conair), mas completou falando que sua irmã tinha uma "outra marca lá mais baratinha" e que o resultado era o mesmo - inclusive com ela experimentando a da irmã também.

Pesquisando na internet vi que a tal marca baratinha poderia tanto ser a Philips, quanto Mondial. Encontrei até um comparativo entre os vários modelos de escova rotativa Mondial.

Além do mais, as baratinhas tinham uma outra vantagem em relação à Conair: acessórios diversos incluídos no pacote.

Li algumas resenhas, experimentei a da Polishop (só para vivenciar antes da compra o efeito rotativo da escova) e comprei a minha da Mondial mesmo nas Lojas Americanas.

E MINHA VIDA MUDOU!

Como vivi sem ela antes? Escova rotativa é vida! Obrigada, Marcinha, pela dica!!!

As escovas rotativas, além de girarem sozinhas, óbvio, também secam os cabelos!


Com um botão de liga e desliga que também regula a temperatura, não é assim super potente como o secador tradicional profissional que estava usando. A escova tem 900 W e meu secador 3600 W - vejam a diferença.

Mas funciona muito bem com os fios úmidos. Antes eu seco um pouco com o secador normal (mas dá para usar esta função da escova também, usando o bico direcionador de ar como acessório ou o difusor - que usarei muito em breve quando tiver os fios crespos novamente).

Há outros dois botões, os que tem as setinhas nas laterais, que devem ser mantidos pressionados durante a escovação. São eles quem direcionam a escova para o lado escolhido, bem como fazem o serviço de rotação.

Você divide o cabelo, separa a mecha, escolhe o lado que quer enrolar pressionando a setinha correspondente e deixa a escova fazer o resto.

O corpo da escova é cerâmico e, além de manter a temperatura quente nos fios, ajuda a alisar e dar brilho. O secador libera íon, que promete eliminar o frizz e a estática.


De todos os acessórios acima, só usei a escova grandona, o bico direcionador (igual de secador tradicional) e experimentei o difusor.

Em cinco minutos de uso, já estava com tanta prática como se tivesse nascido usando a escova rotativa.

Com apenas uma mão, você seca, alisa e modela os fios.

Deixando pra fazer a escovação com os fios quase secos (um pouco de umidade é fundamental), o trabalho é rapido e eficiente. A escova segura bem os fios e não fica enroscando.

O ideal é estar com as mechas separadas, com divisões bem feitas (evitando que a escova enrosque nos outros fios), e não muito cabelo de uma vez só.

Também tenho usado no dia seguinte, para remodelar os fios amassados ao acordar. Ou seja, ela também modela cabelo seco -  não é um baby liss, mas quebra bem o galho.

O efeito liso tem sido bem duradouro - considerando que também estou usando shampoo, condicionador e finalizadores próprios para escovação (linhas Palmolive e Garnier - nada de outro mundo).

O resultado dá para ver abaixo:



Fotos com e sem flash.

Enrolo as mechas de baixo para fora e as mechas de cima, enrolo pra dentro. Não acho que seja o cabelo que mais combina comigo, mas estou feliz com o resultado conseguido com a escova enquanto não corto de uma vez.

Lógico que ficam alguns fios estáticos sim, mas não me incomodam, porque eles costumam ir caindo ao longo do dia.

O fato de estar com a raiz crespa está ajudando no "voluminho" desejado do topo da cabeça. Vamos ver até quando ele será bem vindo, rsrs!

A escova rotativa não é o método mais rápido de secar os cabelos molhados (pensando na função secador), mas com certeza é o método mais prático que já experimentei de realizar o processo de escovação.

---

Comprei a minha na loja física e paguei mais barato (179) que o preço que está no site hoje (210). Ainda assim, recomendo.

6 comentários:

  1. Tb tenho minha escova rotativa! Usei tanto q até quebrou a travinha. Logo vou comprar outra, mas com potência maior que 1000W...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vanessa!
      Fiquei até com medo de apertar muito minha travinha depois que li seu comentário, rsrs!
      Será que existe com potência maior que 1000 W? Deve ser melhor, né?
      Beijos!

      Excluir
  2. Respostas
    1. Eu não precisa até conhecer!
      Esta tecnologia, rsrs!
      Beijos!

      Excluir
  3. Carlinha, tô querendo muito! Ainda bem que vc fez resenha desta da Mondial, porque eu queria justamente uma opinião sobre ela, já que é mais barata... OBA!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dáfni!
      Eu gostei bastante e pelo que pude comparar no quesito "puxada" da escova, a da Mondial e a da Conair são bem parecidas.
      A potência também, que é o que poderia fazer a diferença no final.
      Também levei em consideração que tudo é feito na China mesmo - meu Miracurl da Conair que comprei nos EUA estava escrito made in China.
      Então, optei pelo mais barato. Os outros acessórios um plus que não faz mal, rsrs!
      Beijos!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...