20 de agosto de 2019

Laura Mercier Flawless Fusion Ultra-Longwear Concelear (resenha)

No ano passado recebi um release sobre o lançamento do corretivo Flawless Ultra Fusion da Laura Mercier e, ao invés de postar, porque eu não estava postando mesmo, coloquei a informação na caixa de desejos da vida real!

O motivo de tanto interesse: um corretivo de média a alta cobertura com acabamento natural - segunda pele!



Bom, a descrição do corretivo é esta mesmo:

"Um corretivo de textura leve porém com cobertura média a alta que dissimula as olheiras e imperfeições faciais. Flawless Fusion Ultra-Longwear Concealer possui acabamento natural, trazendo a sensação de uma segunda pele. Desenvolvido com a tecnologia Skin Fusion, os polímeros flexíveis se unem perfeitamente com a pele trazendo ao produto o benefício de 12 horas de uso e tornando-o a prova d’água e de suor."

Promessas que atendiam TODAS as exigências atuais da minha pele que é seca, madura e com melasmas.

Esconder os melasmas das bochechas que se unem à região abaixo dos olhos (onde a cada dia nascem mais linhas de expressão) de maneira natural não é uma tarefa fácil! Então, cada vez que surge uma promessa, lá vou eu testar!



Não era a primeira vez que eu tentava este tipo de corretivo com polímeros que tornam o produto mais flexível. O anterior tinha sido o do Marc Jacobs (que também foi o olho da cara),  mas este era cremoso demais (vem até em um potinho) e até hoje não consegui me entender com ele aplicando em regiões tão grandes do meu rosto sem ficar muito pesado!

Acabei indo, creio que entre o fim do ano passado e o início deste, a uma loja física da Sephora para experimentar as cores e ver qual seria a melhor para esconder meu melasma. Depois de muitos testes, acabei trazendo a cor 3C - de uma linha de 12 cores divididas em C- cold (frio), N - neutral (neutro) e W - warm (quente).



Não sei ao certo o meu tom de pele. Sempre achei que tinha o subtom quente (amarelado), outras vezes me dou melhor com tons neutros, mas não é a primeira vez que um corretivo que puxa para o coral, consegue neutralizar melhor o tom amarronzado do melasma sem ficar cinza.

Não entendo de colorimetria, mas já percebi que, comigo, tons corais são os melhores para meu tipo de mancha.

Mesmo com o fundo coral que esconde bem o melasma, a versão 3C do corretivo serviu de maneira bem satisfatória para cobrir as olheiras e, mesmo sem usar nenhum tipo de base, se fundia muito bem com a minha pele.

Dois pontos positivos no quesito fusão da pele: a textura do corretivo mesmo e a própria cor que se adaptou bem ao tom do meu rosto. Porque, repito, no dia a dia, eu só aplico o corretivo nos melasmas e nas olheiras, deixo o resto do rosto sem nada de maquiagem.

Detalhe do Flawless Fusion aplicado

Depois de ter virado meu corretivo queridinho por bons meses, resolvi repor o estoque dele antes de acabar (sou destas, quando gosto muito de algo, procuro ter uma embalagem nova guardada para não ficar na mão).

No mês passado, proveitando que o site da Sephora estava de aniversário, dando desconto de 15% em todos os produtos, comprei não apenas uma nova unidade da cor 3C, como resolvi arriscar e comprar a cor 2C para usar na região das olheiras!

(Na verdade iria comprar a cor 2N que é do subtom neutro, mas estava em falta, pois o meu medo era da cor mais clara ser muito rosada ao invés de coral - normal, considerando subtons frios e claros, penso eu).



E, mesmo arriscando no escuro, a cor 2C, que eu não lembrava como era, fez uma fusão perfeita com a 3C e deu aquela iluminada embaixo dos olhos como eu queria.

O que me leva a confirmar que realmente é sempre bom ter dois tons de corretivos: um da cor da pele que esconde os problemas e um ligeiramente mais claro quando você quer dar aquele efeito iluminado embaixo dos olhos.

O 2C foi um pouco mais claro, mas não claro o bastante para acinzentar a pele, quando se usa cores de base/corretivos muitos tons abaixo do seu tom de pele.

Com o combo perfeito de cores para esconder defeitos, continuei usando estes corretivos da forma que mais preciso e me satisfaz, que é sendo o ÚNICO produto de pele de toda a minha maquiagem!



Desta forma, consigo uma maquiagem cada vez mais natural que tanto me agrada e que ajuda não acumular produtos que marcam cada vez mais as linhas da minha pele de gente 40+!

Aplico o corretivo (cada cor conforme a área desejada) e espalho com os dedos e dou acabamento com um pincel para esfumar as bordas.

É importante dar batidas com os dedos, conforme descrição de uso do site da Sephora, bem como porque o calor da ponta dos dedos ajuda na fusão do produto com a pele.

Na maioria das vezes não uso pó, pele seca não precisa. Às vezes, se vou a um evento mais chique, se pretendo tirar fotos ou apenas estou com vontade, uso um pouco do Meteorites da Guerlain, que tem efeitos ópticos de disfarce e iluminação, em todas as partes do rosto livres do corretivo (usei nas fotos deste post). Não passo pó em cima do Flawless da Laura Mercier porque não sinto necessidade.

Complemento apenas com blush coral nas bochechas e maquio olhos e/ou boca conforme o humor.

Maquiagem pronta

Com ele também é possível construir camadas. Com uma cobertura média e, aplicando um pouco mais por cima, a cobertura pode chegar a total - porém devemos lembrar sempre de dar MUITAS batidas sobre a pele para ajudar na fusão e não ficar artificial.

Esta atividade na hora da aplicação realmente ajuda a formar a cobertura natural, principalmente se a camada de corretivo for mais generosa. De qualquer forma, ele é sim um corretivo fácil de espalhar, que não seca rápido sobre a pele, possibilitando dar o acabamento com calma.


Sem maquiagem | com maquiagem

E outra qualidade dele: ele não resseca e dura sobre a pele durante muitas horas (em geral, fico umas 8 horas e ele ainda está OK)!

Evolução da maquiagem ao longo das horas

Até o momento, este é, sem sombra de duvidas, o melhor corretivo para todas as minhas necessidades, com cobertura mais natural, sem ser seca e sem ser oleosa, e boa cobertura de imperfeições que já usei até agora.

A embalagem em tubo com aplicador também é bem prática e a textura dele, bem como a trabalhabilidade, é fácil para aplicação e construção de camadas. Para mim que não tenho técnicas de maquiadora e, na maioria das vezes, me maquio com pressa, estas qualidades tornam este produto realmente digno de ter sido recomprado!

Por falar em compra, o único ponto negativo é realmente o preço.

Não uso meu corretivo todos os dias, porque normalmente trabalho no sol e, nestas ocasiões, troco o corretivo por um BB cream com muita proteção solar da Latika ou Missha (escolhendo cada um de acordo com o clima: Latika que é bem seco para dias de calor e Missha, que é bem hidratante para os dias mais frios).

E, por não usar todos os dias, somente agora que ele está acabando (devo ter comprado há mais de seis meses), porém, se usasse todos os dias, a quantidade que uso, talvez o conteúdo da embalagem já tivesse acabado há algum tempo. E 169 reais não é o valor de maquiagem mais barato para nosso dia a dia.

De resto, gente, é o corretivo que não tem defeitos!

---

Aqui embaixo segue links de outros produtos que já resenhei aqui no blog e usei para cobrir meus melasmas:




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...